textura-7

DESENVOLVIMENTO DE MERCADO

No terceiro eixo estratégico, voltado ao mercado, foi dado foco em 2016 a uma estratégia global, tendo como desafios defender a liderança na América do Sul e desenvolver novos mercados e produtos – ligas, além do zinco em formato jumbo – para agregar valor aos já existentes. Nos Estados Unidos, houve readequação de logística e tipo de produto. Como resultado, as vendas de zinco no país passaram de 31 mil para 64 mil toneladas por ano. Houve também crescimento de vendas para a América do Sul, assim como a busca por novas oportunidades na Ásia, Europa e África, o que confere flexibilidade e atuação em mercados competitivos.

A Diretoria Comercial, criada no final de 2015, reforçou a maior integração entre os escritórios do Peru, dos Estados Unidos e da Europa com as unidades industriais e a área de logística. O objetivo foi entender melhor mercados com alto consumo de zinco para ampliar a participação da companhia. Como diferencial, é entregue um serviço customizado ao cliente que se traduz em valor à marca, com um atendimento e uma relação mais próximos, ajudando-o no desenvolvimento de produtos de acordo com a demanda.

img34

Novos produtos e aplicações

Diante da necessidade de customização de portfólio de produtos, novas ligas foram desenvolvidas, como a Zn4E (zinco-alumínio), ZnAl (zinco-alumínio) pronta para galvanização geral; ZnNi (zinco-níquel) e ZnBi (zinco-bismuto).

A empresa atua em conjunto com a indústria automotiva, setor que representa 25% do consumo do metal, com grande potencial de crescimento na China na e Índia, onde menos de 20% dos carros são galvanizados. A partir das exigências da indústria automobilística em produzir carros mais leves e, consequentemente, com menos emissões de carbono, a Votorantim Metais desenvolveu, juntamente com a indústria siderúrgica e associações, aços de terceira geração, com ZnAlMg (zinco-alumínio-magnésio), reduzindo o peso das chapas galvanizadas, porém com alta resistência. A unidade de Três Marias já vende esse tipo de material para a Europa.

Há ainda prioridade ao desenvolvimento de novas aplicações para o zinco. Para o segmento de galvanização de arame, foi feito um projeto de ZnAlMg em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-MG). Outra iniciativa é o uso de vergalhão galvanizado, que aumenta a vida útil de diversos tipos de estrutura, como pontes, prédios e reservatórios de água. A técnica consiste em recobrir o aço ou o ferro com uma camada de zinco metálico para proteger o material contra a oxidação, ampliando a vida útil das estruturas metálicas de 40 para 100 anos. Apesar de 8% a 10% mais caro na construção, o uso do vergalhão galvanizado é economicamente vantajoso, pois reduz de 25% a 30% os gastos de manutenção. Mostra-se também ambientalmente amigável, pois o metal é 100% reciclável e os resíduos líquidos do processo são reutilizáveis.

Um estudo do uso de vergalhão galvanizado em pavimentação de concreto foi desenvolvido em parceria com o Instituto de Metais Não Ferrosos (ICZ) e a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). É baseado na utilização de uma estrutura de aço contínua, que dispensa a presença de juntas e evita a abertura de fissuras com a contração do concreto. Com a tecnologia, a pavimentação pode durar até 60 anos, em comparação com os 10 a 15 anos do concreto comum. Em janeiro de 2016, a estrutura foi aplicada em um trecho da avenida da Raia Olímpica da USP (extensão de 200 metros, com 3,4 metros de largura e 0,25 metro de profundidade), para avaliar seu desempenho ao longo dos anos.

VM_rs_2016_infos-web
img35

Programa de Reconhecimento

Em 2016, a Votorantim Metais realizou a segunda versão do Programa de Reconhecimento, criado para valorizar iniciativas nas unidades nos temas de saúde e segurança, responsabilidade social, meio ambiente e excelência operacional. O objetivo é reconhecer os empregados que atuam nas áreas operacionais, motivando-os a desenvolver e implantar projetos que melhorem rotinas e resultados.

Foram mais de 130 iniciativas implantadas que concorreram em 2016, em comparação a aproximadamente 90 que concorreram em 2015. Esse programa vem se consolidando como uma iniciativa de valorização das pessoas na empresa.

Os vencedores em cada unidade operacional, de cada categoria, participam de uma etapa finalista, quando apresentam seu projeto para um júri técnico. As melhores iniciativas são escolhidas com a participação de toda a liderança da empresa e os reconhecimentos são entregues pelos diretores. Em 2016, os projetos que conquistaram os primeiros lugares foram:

Saúde e segurança: Semana Interna de Prevenção de Acidentes – Vazante (mais informações em Pessoas/ Segurança no trabalho)
Responsabilidade social: Todos pela Educação – projetos sociais em Três Marias e São Gonçalo do Abaeté (mais informações em Desempenho social)
Meio ambiente: Água, economizar para não faltar – Três Marias (mais informações em Desempenho ambiental)
Excelência operacional: Melhorar a alimentação contínua de concentrados no estulador – Cajamarquilla (mais informações em Estratégia/Eficiência operacional)

Free WordPress Themes, Free Android Games